As novidades da Qualimpor

As novidades da Qualimpor

 

A importadora paulista Qualimpor, comandada por João Roquette, realizou dias atrás diversos eventos pelo país para apresentar novos vinhos e também as últimas safras de produtos já conhecidos. A empresa mostrou rótulos espetaculares, como o Quinta do Crasto Reserva Vinhas Velhas 2013, e também vinhos de ótima relação entre preço e qualidade, como o Monte Velho Tinto 2014, da Herdade do Esporão.

A Qualimpor iniciou suas atividades no Brasil para distribuir em nosso país os vinhos produzidos pela família Roquette em Portugal. No caso, os tintos e brancos da Herdade do Esporão, criada por José Roquette no Alentejo, e a Quinta do Crasto, implantada no Douro por Jorge Roquette e filhos. Mas hoje o portfolio é mais amplo. De Portugal, integram o catálogo os produtos da Quinta dos Murças, braço do Esporão no Douro; os Vinhos Verdes da Quinta do Ameal; e os Vinhos do Porto da tradicional casa Taylor’s. E da Espanha vêm os espumantes (cava) Freixenet. Destacamos alguns dos vinhos, em diferentes faixas de preço, apresentados no evento organizado em São Paulo.

 

Quinta dReserva_Vinhas_velhas_2011-ao Crasto Reserva Vinhas Velhas 2013

Quinta do Crasto – Douro – Portugal – Qualimpor – R$ 320 – Nota 93

Um tinto soberbo, elegante, a partir de vinhas com mais de 70 anos de idade, nas quais as castas foram plantadas todas juntas, como se fazia antigamente. Aromas complexos, com notas florais, de chocolate e especiarias, em base frutada a ameixa e cassis. Na boca é estruturado, suculento, macio, com taninos finos e grande equilíbrio (14,5%).

 

 

 

Assobio Rosé 2014

Quinta dos Murças/Esporão – Douro – Portugal – Qualimpor – R$ 90 – Nota 89Assobio2013-Rose-169x300

Um rosado de bela cor intensa, com aromas que lembram frutas frescas, a cerejas e morangos. Na boca é estruturado, seco, persistente, com boa acidez e frescor. Pelo estilo, é bastante versátil para acompanhar comida (13,5%).

 

 

MV-T-750ml-20151-173x300

Monte Velho Tinto 2014

Herdade do Esporão – Alentejo – Portugal – Qualimpor – R$ 60 – Nota 89

A equipe de enologia do Esporão, comandada pelo experiente David Baverstock, oferece joias como os tintos Reserva, Private Selection ou os novos monocastas, especialmente o Esporão Petit Verdot 2011. Mas também mostra toda sua competência ao oferecer vinhos fáceis e bem feitos nas categorias de base, como o Monte Velho tinto. Corte de Aragonês, Trincadeira, Touriga Nacional e Syrah, traz ao nariz notas de ervas, chá, vegetal seco, em fundo de fruta madura. Tem corpo médio, boa estrutura e taninos macios. Bom para acompanhar grelhados e massas com molho escuro (13,5%).

 

Quinta do Ameal Solo 2014Amela-Solo-68x300

Quinta do Ameal – Vinhos Verdes – Portugal – Qualimpor – R$ 175 – Nota 91

Branco da zona de Ponte de Lima, feito pelo processo natural, com a uva Loureiro. Ao nariz há notas florais, de erva-doce, minerais e cítricas. Na boca é seco, frutado, limpo, vibrante, com acidez gostosa e final longo. Mostra como um vinho branco pode ser leve e, ao mesmo tempo, ter personalidade (11%).

 

 

 

 

 



Related Articles

Argentina quer mostrar que, além de tintos e Malbec, também produz ótimos vinhos brancos

Quando se fala em vinhos da Argentina, a primeira coisa que vem à cabeça são tintos, especialmente os feitos com

A chilena Terranoble renova linha e oferece brancos e tintos muito bem feitos

Nos últimos anos, a vinícola chilena Terranoble passou por grandes transformações, desde o realinhamento de seus vinhos ao redesenho e

Ombú, vinhos que refletem o terroir de Atlántida, no Uruguai

Fabiana Bracco sempre foi um pouco a cara dos vinhos do Uruguai no Brasil, pela presença frequente para divulgar os

No comments

Write a comment
No Comments Yet! You can be first to comment this post!

Write a Comment

Your e-mail address will not be published.
Required fields are marked*