A paulista Casa Verrone investe no enoturismo e oferece atrações que vão além de seus ótimos vinhos

A paulista Casa Verrone investe no enoturismo e oferece atrações que vão além de seus ótimos vinhos

A vinha, junto à Serra da Mantiqueira

A região, na Serra da Mantiqueira, tem belas paisagens, os vinhos são bons, os tours pelos vinhedos encantam os visitantes e, para quem quiser uma experiência mais completa, há um ótimo restaurante na vinícola.

A Casa Verrone, em Itobi, no interior de São Paulo, investiu no enoturismo e inaugurou o novo projeto no final de 2020, em plena época de restrições impostas pela Covid 19. Márcio Verrone, o proprietário, sabe que um dia a pandemia vai passar e a empresa precisa estar preparada para desfrutar de tempos melhores.

Itobi fica a 250 km da Capital, a meio caminho de Ribeirão Preto. Com as novidades, a Casa Verrone está pronta para receber pessoas que querem conhecer melhor seus vinhos ou fazer um agradável passeio. Por muitos exemplos encontrados em todo o mundo, o enoturismo é uma das melhores fontes para suplementar as receitas de uma vinícola.

Claro que a maior atração de uma vinícola são seus vinhos, e de nada adiantaria tentar conquistar visitantes se não houvesse bons rótulos a oferecer. Isso a Casa Verrone tem de sobra. Seus tintos e brancos consolidaram posição nos últimos anos e seguem mantendo a qualidade.

A vinícola adota a prática da inversão de safra

A vinícola, que adota a prática da dupla poda e da safra invertida, apresentou seu primeiro vinho em 2010. Começou a chamar a atenção do mercado em 2017, quando seu Casa Verrone Speciale Syrah 2015 foi considerado o melhor Tinto Brasileiro e incluído no Top Ten da Expovinis, então a maior feira de vinhos da América Latina, descontinuada no ano seguinte.

Como se sabe, a inversão de ciclo (dupla poda) é o manejo agrícola que induz a parreira a inverter o período de maturação das uvas, permitindo a colheita no inverno e não no verão, como ocorre normalmente em outras regiões. O inverno é estação mais seca, com menos chuva, e tem maior amplitude térmica, a diferença de temperatura entre os dias quentes e as noites frias, o que favorece o pleno desenvolvimento dos cachos.

A técnica foi introduzida no Brasil pelo pesquisador mineiro Murillo de Albuquerque Regina, da Epamig, a Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais, baseado na unidade de Caldas. Márcio Verrone fez contato com Murillo e em 2009 plantou as primeiras mudas de uva na fazenda que possui em Itobi, vizinha a São José do Rio Pardo, onde mora. Os vinhedos ficam 840 m acima do nível do mar.

Márcio Verrone

Desde o início Márcio pretendia produzir vinhos finos, a exemplo do que já faziam vinícolas jovens, criadas à época nos dois lados da Serra da Mantiqueira, como a paulista Guaspari e as mineiras Maria Maria, Luiz Porto, Casa Geraldo e a pioneira Estrada Real, do próprio Murillo Albuquerque Regina.

Engenheiro agrônomo de formação, Márcio Verrone sempre contou com o trabalho do enólogo chileno Christian Sepúlveda, radicado há mais de 20 anos no Brasil, adepto da dupla poda e grande conhecedor do terroir do Sudeste do país – ele assessora também outras empresas, como a Guaspari.

Hoje a Casa Verrone possui 13 hectares plantados e seus vinhos são vinificados e engarrafados na adega da própria Epamig, em Caldas, MG. Produz pouco mais de 50 mil garrafas por ano.

 

O passeio pela vinícola

O tour inclui passeio pelo vinhedo

Quando as condições sanitárias permitirem, os visitantes terão muito o que ver e fazer na Casa Verrone e em sua belíssima região. A programação organizada pela equipe da vinícola prevê passeios aos sábados e domingos, das 10 h ao meio-dia – sempre com reserva antecipada, para evitar desencontros.

Depois das boas-vindas, dadas com espumante Casa Verrone, há o passeio pelo vinhedo, para conhecer as variedades de uvas cultivadas na propriedade. O tour segue com visita à sala de barricas, com prova de alguns vinhos ali estagiados. O roteiro termina com a degustação de quatro vinhos da Casa Verrone, acompanhada por pães, embutidos produzidos na vinícola e queijos da região.

O valor por pessoa é de R$ 125,00 e só podem participar maiores de 18 anos. Todos ganham de presente uma taça exclusiva com a marca da casa. Para participar é necessário reservar com antecedência de pelo menos dois dias pelo telefone (19) 99392-2921.

Vinhos e boa comida

Junto com o enoturismo, a empresa também inaugurou o Restaurante Casa Verrone, com menu assinado pelo chef Maurício Feltran, uma espécie de referência gastronômica em toda a região de Ribeirão Preto. O espaço tem capacidade limitada a 50 pessoas e foi projetado de acordo com as melhores normas sanitárias, de segurança e acessibilidade.

O restaurante abre para almoço e jantar, com reserva antecipada. Permite a entrada de crianças, acompanhadas dos pais. O cardápio oferece pratos à la carte; menu kids (R$ 50 – crianças até 10 anos não pagam); ou um menu-degustação, com oito pratos que harmonizam com os vinhos da Casa Verrone. Nesse caso, o valor é de R$ 150,00 por pessoa, sem as bebidas.

Depois do passeio, da degustação, do almoço ou do jantar os visitantes podem comprar os vinhos ali mesmo, na loja da empresa. Além dos rótulos da marca, o espaço comercializa embutidos produzidos na vinícola, queijos de produtores da região e presentes personalizados.

 

Os vinhos

Além do premiado Speciale Syrah, destaca-se no portfólio da casa o espumante Sauvignon Blanc Sur Lie, sem dégorgement e nenhuma adição extra de açúcar. Na linha Gran Speciale há o tinto Cabernet Sauvignon/Cabernet Franc e um branco de Chardonnay. Bom também o Casa Verrone Sauvignon Blanc. Recentemente provamos novamente o Speciale Syrah, que confirma o potencial de qualidade do terroir da Serra da Mantiqueira.

 

Casa Verrone Speciale Syrah 2018

Casa Verrone – Itobi, SP – Brasil – R$ 143 – Nota 91

Um tinto encorpado, untuoso e maduro. Não é surpresa saber que um vinho com esta qualidade nasce nas proximidades da Serra da Mantiqueira. A área montanhosa entre São Paulo e Minas Gerais, tradicional produtora de café, já mostrou que também é um grande terroir para vinhos finos e abriga diversas vinícolas. A identidade comum a quase todas elas é a inversão da safra. Ao contrário, por exemplo, do Rio Grande do Sul, aqui a vindima acontece no inverno, mais seco, e não no verão, período sujeito a chuvas fortes. A Syrah é a estrela do catálogo de muitas empresas da Serra da Mantiqueira e brilha também na linha premium da Casa Verrone, criada há pouco mais de 10 anos por Márcio Verrone, engenheiro agrônomo apaixonado por vinhos. As uvas vêm do vinhedo mais antigo da vinícola, a caminho dos 13 anos, e a ótima safra de 2018 contribuiu, proporcionando material sadio, com bom equilíbrio entre açúcar e acidez. Como a vinícola ainda não tem adega própria, o tinto foi vinificado e engarrafado pela Epamig, em Caldas, MG. Afinado por 12 meses em barricas novas de carvalho francês, apresenta nos aromas notas florais, de tabaco e grafite, sustentadas por fruta que lembra cereja e ameixa. A madeira está bem balanceada. Na boca é potente, com taninos maduros, textura macia, acidez agradável e frescor. Sua marca é o caráter floral, que permanece até o fim. Um vinho potente, mas com boa fruta para sustentar o teor de álcool (15%).

 

Casa Verrone: Itobi, SP – Rod. Dep. Eduardo Vicente Nasser, KM 03 (Sentido Itobi/São José do Rio Pardo, antes do pedágio) – Tel.: (19) 3608-1577 – Reservas: (19) 99392-2921 – www.casaverrone.com.br.

 


Tags assigned to this article:
BrasilCasa VerroneSerra da MantiqueiraSyrah

Related Articles

Dois super guias trazem os melhores vinhos da Itália e da América do Sul

Os guias de vinhos, quando feitos com seriedade, são uma referência bastante confiável para o consumidor, que neles encontram informações

Hannover e KMM fazem parceria

A Hannover, de Niels Bosner, de Porto Alegre, fez parceria com a KMM, de Marli Predebon, que vai distribuir em

Premium renova linha de Bordeaux em faixa mais acessível

A importadora Premium, dos simpáticos mineiros Rodrigo Fonseca e Orlando Rodrigues, vem renovando os vinhos de Bordeaux presentes em seu

No comments

Write a comment
No Comments Yet! You can be first to comment this post!

Write a Comment

Your e-mail address will not be published.
Required fields are marked*